Ó pá! (2)

Ainda a propósito do pá, daquela conversa telefónica, o pior nem seria a sua falta de conteúdo, usada para manter o Paulo Pedroso preso.
O que me parece mais grave é que a insinuação de que o Procurador Geral da República estaria disposto a entend.... (sabe-se lá que entendimentos seriam esses).
E não nos venham atirar poeira para os olhos com a independência (e integridade) de todos os que desempenham cargos de alto nível na sociedade política portuguesa, quando todos sabemos, que sendo a política a arte da negociação, cabe naturalmente aos seus protagonistas influenciar as decisões de tudo o que está à sua volta.
Se não como se compreende a existência de lobies, de interesses vários, que puxam a brasa à sua sardinha?
ajp

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os nomes das doenças [21]