Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2003

Romances de faca e alguidar

Do "Romances de faca e alguidar" veio este comentário:
é incrivel como as pessoas continuam a assumir um contracto de exclusividade a longo prazo...sem pensarem na liberdade que perdem...será que é para melhor? E dpois chamam a isso amor...eu chamo a isso cega insanidade.

Terá o sonho desaparecido?
Perder a liberdade, porquê? Porque eles se casaram? Por juraram por toda a vida?
ajp

Casório

Ontem foi dia de casório.
Familiares e amigos que decidem casar. Conheceram-se nos Açores e por lá vão ficar.
Jovens, já maduros, que continuam a arriscar num compromisso familiar, perante os familiares e amigos e perante Deus, que o seu amor será eterno.
Foi uma festa muito boa, num local muito agradável.
Boda molhada, diz-se é uma boda abençoada.
Numa época em que o que é notícia é o corropio de casamentos e divórcios dos colunávies, é bom presenciarmos outras formas de compromisso.
Que eles sejam felizes, e que os que ontem lá estavam, possam acompanhar a sua felicidade.
ajp

Jornalistas desportivos

Numa entrevista no fim do jogo desastrado do Benfica, com uma pequena e modesta equipa belga, diz o jornalista ao treinador Camacho:
- foi um óptimo resultado para o Benfica, pois empatar e marcar fora é sempre bom nestas competições...

Com mentalidades ganhadoras deste tipo, não vamos longe.
Este é tipo de jornalismo conformista que nada tem de diferente daquele que, logo que se prepara uma qualquer competição onde existam medalhas para distribuir, começam logo a pedir aos nossos atletas a sua contabilidade medalhística.
ajp

CRÓNICAS DE ANGOLA I

Uma amiga minha, a Rosarinho, voltou a Angola, para aí trabalhar no âmbito de uma ONG (Organização não-Governamental).
Mas quando se regressa, a um país como Angola, há sempre coisas novas a descobrir.
Foi isso que ela me transmitiu e e que a seguir se publica. Cá ficamos à espera de outras crónicas.


Retrato: Criança de-balde

A menina parece ter uns cinco anos. Linda. Muito magra.
Vai a subir, pelo passeio explodido por raízes de árvores e inundado de pessoas. Arrasta a custo um balde grande cheio aparentemente de papeis higiénicos e quejandos, usados.
Um balde que veio com certeza de uma qualquer “casa de banho de senhoras”.
O que raio faz uma catraia tão pequena com uma merda de um balde destes?
Quando chego à interrogação é tarde: há bastante gente nos dois sentidos, a
subida em que ela se esforça e a descida em que vou embalada (mais parecemos
filas opostas de carros); e palpita-me que o espalhafato de uma branca a correr feita tonta atrás dela pode não ser exactamente o que faz f…

O inglês nos blogs

Reparo ao passar por alguns blogs escritos e comentados em português, mas que utilizam a torto e a direito, frases inteiras, descrição de conceitos, e muito mais, em inglês, sem qualquer explicitação de estão a usar uma outra língua.
Já para não falar nesta mania dos EARLY MORNING BLOGS
Será que o português não terá palavras suficientes para explicar bem os assuntos?
Ou alguns estarão a tornar-se nuns Davides Fonsecas da blogosfera portuguesa?

Hoje à saída do Metro encontrei um amigo, que já não via desde a sua festa de despedida da empresa. Terá talvez 66 anos ou mais. Disse-me que ia agora aprender inglês....
Fiquei na dúvida se seria para começar a ler alguns blogs.
ajp

Regresso ao passado na Netcabo

O anúncio que passa agora nas televisões de promoção da Netcabo, é um regresso ao antigamente das nossas escolas primárias, pelo menos para os da minha geração, que eram obrigados a papaguear as serras, os rios e afluentes das margens direita e esquerda, as linhas de caminhos de ferro, etc.
Em 2003, mostrar as crianças a cantarem as coordenadas geográficas dos cabos portugueses, apenas para chegarem à Netcabo, não lembraria ao antigamente.
Anda a faltar imaginação aos nossos publicitários.

ajp

Ainda o piii da Antena 1

Transmite-me o Carlos Vaz Marques a cada um o seu pipi, claro. Não se trata de poupar quinze ou vinte segundos, trata-se da desadequação entre o meu ritmo e o ritmo da rádio. Se quero silêncio desligo a rádio. Se quero pausa, outro tempo, outro fôlego tenho (ainda?) a Antena 2 ou, em Lisboa, a Luna. Não me parece é que o sinal horário da Antena 1 seja património nacional e intocável. Mas também não me choca que haja quem faça dele uma causa. Limito-me a dizer, porque fui interpelado, que não é a minha causa."

Mas verifiquei com agrado, que a Comissão de Trabalhadores da RDP, fez deste assunto também a sua batalha, considerando o anterior sinal horário da Antena 1 como Património da estação. Não será talvez Património Nacional, mas é algo que não deveria ser deitado fora.
ajp

Os 7 pecados sociais da nossa sociedade

A Igreja Portuguesa através dos seus bispos fez a identificação de 7 pecados sociais.
Trata-se de um texto muito interessante e denso, que merece análise e comentários.

Eis a parte do texto, da Carta Pastoral, onde se resumem estes pecados:


Ao olharmos o nosso país, com os problemas que o atravessam, na perspectiva da edificação de uma sociedade solidária, identificamos algumas atitudes e linhas de comportamento, a que podemos chamar “pecados sociais” e que exigem uma conversão à solidariedade responsável na construção do bem comum:

1) os egoísmos individualistas, pessoais e grupais, sem perspectiva do bem comum mais global;

2) o consumismo, fruto de um modelo de desenvolvimento, fomentado pelos próprios mecanismos da economia, que gera clivagens entre ricos e pobres e gera insensibilidade a valores espirituais;

3) a corrupção, verdadeira estrutura de pecado social, que se exprime em formas perversas, violadoras da dignidade humana e da consciência moral pelo bem comum;

4) a desarmon…

Porque é que os weblogs não são uma moda

Do encontro de Weblogs em Braga chega-nos este texto-resumo da intervenção de José Luis Orihuela
Porque é que os weblogs não são uma moda
e como poderemos dar-lhes novo impulso


1. Blogging, Self Media, Nanopublishing ou Thin Media são novas designações para a estratégia dos utilizadores que decidem tornar-se ainda mais activos e iniciar actividades mediáticas de low profile.

2. Blogs de nicho blogs especializados constituem o desenvolvimento natural do colunismo dos media tradicionais, com a vantagem da liberdade face às agendas de outrém, no que diz respeito a temas e frequência.

3. Quando às mesmas pessoas se pede que tenham capacidades nas áreas da apresentação e do conteúdo então: templates de sucesso / blogs com excelente apresentação mas sem conteúdo / conteúdo sólido mas apresentação pobre / algumas pérolas de conteúdo e grafismo que se tornarão, mais tarde ou mais cedo, em blogs de culto.

4. O que perdemos na passagem da periodicidade para o tempo real foi o espaço de reflexão.…

Encontro de Weblogs - Braga

Caros amigos dos Blogs em Braga,

Ainda em Julho chamei a atenção à organização, para o facto de que este fenómeno dos blogs, tratando-se de uma actividade não profissional para a maioria dos seus produtores, não me parecer bem que este Encontro decorresse durante a semana, dado que assim só poderão participar os profissionais desta arte.
Não é bonito que logo numa primeira iniciativa desta natureza se incentive a saída de cada um dos seus locais de trabalho, para assim participar neste Encontro.
A não ser que cada um possa invocar junto da sua entidade patronal a ida em trabalho bloguístico, para justificar a falta.
Daí que tivesse sugerido que se passasse esta actividade para o fim de semana.
De qualquer forma, manifesto ao Manuel Pinto e à restante organização, o desejo de muitas e boas reflexões que ajudem a tornar pramelhor este fenómeno.

António J Paulino
Pramelhor

Os 21 segundos da nossa imaginação

Imagem
Anda tudo a mudar por aí, na comunicação social.
Agora foi a Antena 1 a mudar o seu inconfundível sinal horário. Era bem demorado. 21 segundos. Com os primeiros “pis” de 5 em cinco segundos, aos 21”, 16”, 11” e 6”, e o “pi” mais curto à hora certa. E creio que esta hora, é mesmo certa.
Não tem nada a ver com o que se passa com outras rádios, até mesmo a TSF, que se interessam mais com a colocação da publicidade antes ou depois dos noticiários, sem se preocuparem a exactidão da hora que nos rege. Longe vai o tempo, em que este sinal horário da antiga Emissora Nacional, rivalizava com o sincopado sinal do antigo Rádio Clube Português (que até servia de padrão, por exemplo para alguns ralies de automóveis),
É certo que mais segundo menos segundo, para o comum dos mortais, não terá muito significado.
No entanto, andar com o relógio acertado, mesmo ao segundo, é um preciosismo que ajuda à pontualidade, que é, como todos sabemos, algo que muita falta faz aos portugueses.

Mas o jornalista A…

NECROLOGIA.NET

É assim que agora se pode noticiar a morte no Público.
Trata-se de um directório da Necrologia Nacional
Onde se começa assim:
A morte faz parte do acto de viver.
Nalgum momento da vida confrontamo-nos com o falecimento de alguém próximo.
Este é o espaço de referência para homenagear e preservar a memória de quem já partiu.

Mas não se fica por aí, porque pretende ajudar as pessoas a resolverem bem e atempadamente os problemas que resultam para os vivos, da morte de alguém.
Assim são indicados os passos a dar:
1º Contactar uma Agência Funerária
2º Participar o óbito às Finanças e fazer Relação de Bens
3º Participação à Segurança Social
4º Participação às Entidades Bancárias e Seguradoras
5º Habilitação de Herdeiros e Registo dos Bens
Conselhos vários.

Não há nada haver quem nos proporciona uma vida e uma morte pramelhor.

Vamos desde já activar o paraiso.aqui, também o inferno.nunca, já que recentemente a Igreja desactivou, por falta de credibilidade, o purgatório.esquece.
ajp

RAVE

A Rede Ferroviária de Alta Velocidade mudou de sede.
Deixaram um sítio tão simples, e aparentemente normal, no Campo Grande, 378, Lote 2, 4º andar , 1700-097 LISBOA, para, depois de bem publicitado nos jornais, passarem para um sítio bem moderno, no Parque das Nações
Tão moderno, tão moderno, que ficaram instalados na Avenida D. João II (até aqui tudo normal), mas agora reparem na especificidade:
é no Lote 1.07.2.1, Piso 1, ala A e B, 1990-096 Lisboa.
Uma coisa muito mais precisa - Lote 1.07.2.1, Piso 1, ala A e B,
Com estas modernices já ninguém muda para um simples nº 13 - 8º Direito.
Coitados dos carteiros para andarem à procura da caixa este lote.
Sabe-se lá o que um engano, por exemplo para o Lote 1.07.2.5 poderá levar?

Esperemos que com esta nova morada, tão exacta na sua localização, a que só faltarão, talvez as coordenadas geográficas, os comboios entre Lisboa e Porto demorem, em breve, as tão prometidas 2 horas.
E assim acontece neste Portugal.
ajp

Newgrange

Imagem
tozé

Cerca de 5200 anos antes de nós, povos que viviam na agora Irlanda, em Newgrange, construíram monumentos grandiosos de arquitectura e engenharia complicadas, que permaneceram até aos nossos dias, sem terem passado pelas inspecções do IEP.
A entrada estreita desta gruta é iluminada pelo Sol no solstício de Inverno, durante apenas 17 minutos.
Mistérios insondáveis da criatividade humana, ligando o Sol à Vida e à Morte do Homem.
Uma outra forma de conviver com a natureza, que temos perdido nos dias de hoje.
ajp

A Senhora do Monte

Imagem
Aqui está uma sugestão para a Câmara Municipal de Lisboa.

tozé

Aproveitando a boleia das campanhas de publicidade para a ajuda ao turista que nos visita, sugiro à Câmara Municipal de Lisboa que reabilite este lindo portal de azulejos, para ajudar a identificar parte de Lisboa, do miradouro da Senhora do Monte, junto à Graça. E haverá mais na cidade para reabilitar.
Talvez seja uma melhor forma de publicitar o que vai mudando pramelhor na cidade e com menos custos para os contribuintes.
ajp

11 de Setembro - Hoje

As diversas histórias que fizeram História a 11 de Setembro, continuam a marcar a gente da minha geração. O golpe de Estado no Chile foi o fim de uma promessa de democracia, que poderia vir a modificar o panorama da América Latina da época, dominada por diversos ditadores. O desmoronar das torres gémeas vinte e oito anos depois, veio pôr em causa de uma forma global, a segurança de quem acredita que os sistemas democráticos, são espaços de diálogo e participação que nos punham a salvo de quaisquer extremismos, a que só estávamos habituados a ver e a sentir à distância de um telecomando de TV.
Após o telefonema de alerta do meu filho, e a corrida à TV, para tentar perceber o que tinha acontecido, aos poucos, fomos, eu e os meus colegas de trabalho, apreendendo a triste realidade que estávamos a viver, em directo pela TSF e pela televisão. A descrição do que ia acontecendo era como num filme de acção, em que cada uma é mais espectacular que a anterior. Na altura em que comecei a ver o q…

Regressos

Regresso de férias e regresso à bloguice.
Andei pelas Irlandas, a da República da Irlanda e a Irlanda do Norte, com a família.
Verde, muito verde, muito mar e muitos lagos, estradas rurais, condução pela esquerda, sem stresses, sem buzinadelas, paisagens de encantar, histórias da nossa pré-história,...
Um destes dias vou mostrar alguas fotos para aguçar o apetite a quem quiser ir por estes sítios. E se precisarem de sugestões, é só pedir.
Por cá, vê-se que muito pouca coisa mudou. Não seria de esperar outra coisa.
Mas, logo no aeroporto, vemos que chegamos a Lisboa. Sempre a mesma confusão e desorganização com os taxis. Um postal de visita tão nosso característico. Lá pela Irlanda não vimos nada assim.
Diferenças...
ajp