Recomeçou a caça

A caça está de volta.
Mas não é a caça às rolas ou às perdizes. Trata-se sim da caça aos votos.
Com o aproximar de qualquer tipo de eleição de âmbito nacional, recomeça o circo eleitoral. Tal como na Fórmula Um, existem à volta das eleições um autêntico circo mediático, onde recomeçam as promessas.
Numa primeira fase os novos governos dizem mal dos anteriores, culpam-nos de todas as desgraças, é a tanga, a crise, a ausência de aumentos. Assim se justificam políticas de contenção.
Depois, como que por obra e graça do alto, tudo começa a ser azul. Já vai haver aumentos para os funcionários públicos (pudera, sempre são quase 800 000 eleitores e respectivas famílias), a crise já é passageira, as pensões serão aumentadas significativamente, um país das maravilhas.
Passados 30 anos após a Revolução de 1974, será que ainda se acredita que é com papas e bolos que se enganam os tolos?
O exemplo aqui dos vizinhos do lado não ajuda muito a este tipo de mentalidade...

ajp

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os nomes das doenças [21]

A saga parte II