Declaração

Veio publicada no jornal Público esta declaração:
Jorge Girão afirma e reafirma que ama Isabel M. uma pessoa excepcional e maravilhosa, a quem pede humildemente desculpa e perdão pela dor e sofrimento que lhe infligiu com o seu comportamento indigno o qual se compromete a emendar.

Que amor intenso foi este, que só se manterá se se gastar uns euros a publicar esta declaração, que só os próprios e talvez os familiares venham a entender?
Isto não seria melhor com um jantar à luz das velas?
Ou será uma nova moda das praxes deste ano?

A coisa parece que passou por momentos difíceis. Como não sabemos mais do que ali foi publicado, resta-nos imaginar o que teria acontecido. Eventualmente uma facadinha no matrimónio.
Sugiro aos protagonistas desta história que a contem a uma televisão tablóide, assim terão oportunidade de entrar em directo num qualquer noticiário.
ajp

Comentários

Clara disse…
E se fosses comer urtigas?

Mensagens populares deste blogue

Os nomes das doenças [21]

A saga parte II