Os MRPP´s da nossa política

Estamos condenados a aturá-los.
Cerca de 30 anos após os tempos áureos do MRPP nas escolas, nas fábricas e nas ruas de Portugal, aí os temos de forma pujante na nossa política.
Desde que Durão Barroso chegou ao lugar de primeiro-ministro, tem sido um corropio a procura de protagonismo dos ex-MRPP's.
No poder judicial tivemos Maria José Morgado e Saldanha Sanches, que começaram a corroer o poder laranja, ainda antes do escândalo da Casa Pia.
Mas o PS não podia ficar para trás. E aí está Ana Gomes, à perna com o Governo e também com o José Lamego, do seu próprio partido.
A sua escola de formação inspirada em Mao Tsé Tung deu frutos tendo transportado para esta época, uma versão moderna daquilo que então se chamava a agit prop, que era muito frequente nas cantinas e nas associações de estudantes. Os da minha geração lembram-se bem das agitações que eram então provocadas nas RGA's (Reuniões Gerais de Alunos) àcerca da libertação de presos do MRPP (como Saldanha Sanches, Arnaldo Matos, então o grande educador da classe operária).
Não me parece que este protagonisto agora assumido por vários ex-MRPP's sejam coincidências.
Haverá talvez por aí, quezílias antigas, mal resolvidas, que só agora vieram ao de cima.
Aguardemos o desenrolar dos próximos capítulos.
ajp

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os nomes das doenças [21]