UMTS

Os jornais escrevem hoje que há um novo pedido dos operadores para mais uma vez se dilatar o prazo para o arranque da terceira geração de telemóveis, o UMTS.
Isto já parece a equipa do Benfica, no próximo ano é que é. Já lá vai o tempo em que esta conversa era apenas dos sportinguistas.
Ao fim deste tempo de promessas, que se não podem cumprir, não seria melhor acabar com este adiar de algo que, o mais certo, é que nunca virá a existir?
Lembram-se do anúncio que passou pela TV dando conta dos milhares de coisas que poderíamos fazer na vida com a 3ª geração de telemóveis?
Ver os golos do Figo, as notas de acesso à Universidade, todos os restaurantes que têm bacalhau na ementa, os livros ainda não lidos pelo Pacheco Pereira , as previsões da Maya para a Liga de Futebol de 2010, etc.
Será que queremos ter tudo isso disponível num pequeníssimo aparelho, que agora quase que se perde no forro do casaco se houver um bolso descosido?
É que se tudo nos vier ter à mão, o que faremos com tanto tempo disponível?
ajp

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os nomes das doenças [21]

A saga parte II