As Águias e a Cardiologia [14]

Não sei o que se passa aqui. Vim para este hospital nas vésperas da derrota do Benfica com o Nacional da Madeira. E com essa derrota lá se perderam todas as esperanças de se alcançar o título (mas isso já é habitual), mas acima de tudo perdeu-se o campeonato da Segunda Circular para os lagartos.

O que é certo é que a partir daí este serviço de Cardiologia está a rebentar pelas costuras. Todos os dias chegam mais pessoas com avarias no coração e já não há camas para todos. Os que sobram têm de ficar em macas.
Eu não sou de intrigas, mas parece-me que é capaz de haver por aqui qualquer ligação.
Assim vou ficar atento à porta, porque um dia destes ainda entra para cá o Rui Costa ou Quique Flores. E até desconfio que o serviço de Cardiologia do Hospital de S. João, no Porto, deve estar às moscas.

Declaração de interesses: sou benfiquista desde os meus 6 anos. Antes disso era adepto do Belenenses, como o meu pai, mas as campanhas europeias do Benfica em 1961/62/63 e com cumplicidade do meu padrinho virei a casaca.
…………………………………..

As coisas que se escrevem por aí:
Um clube quase perfeito
O Benfica é um clube quase perfeito. Tudo corre às mil maravilhas até que, após o arrepiante voo da águia Vitória ao som do hino do Luís Piçarra, o árbitro apita para iniciar o jogo.
Se não fossem esses malditos 90 minutos, o Benfica seria um clube perfeito.
(...)
Jorge Fiel, DN 7.Maio.2009


Comentários

a.sáxeo disse…
Com que então benfiquista!!!
Dessa clubite já não te safas porque é uma doença crónica incurável. Muita sorte tens tu, por não ser letal!
Comparada com ela qualquer endocardite é canja!
Um abraço.
Fernanda disse…
Ora viva!!!
É assim mesmo: aproveita para verificar se não entra algum infiltrado do outro lado da 2ª circular para empurrar ainda mais os "nossos" doentinhos...

Com que então continuas a aproveitar bem as "férias".

Um grande abraço.
Fernanda
Fernanda disse…
Ora ando eu por a1ui cirandando neste alentejo profundo sem me apetecer começar nada das nenhu,a das várias tarefas que há para fazer aos Domingos de manhã e (certamente para protelar ainda mais o necessário início das actividades...) resolvi espreitar o que tens feito no cantinho do mundo que o acaso (ou as bactérias...) te reservaram para curar os males de coração. Já vi tudo e fiquei um pouco desiludida porque não há novidades desde ontem... Fugiu a inspiração ou confiscaram-te o computador? Já não se pode aproveitar o tempo livre para escrever?

Beijinhos e um óptimo Domingo para ti eteus vizinhos de suite!

Mensagens populares deste blogue

Os nomes das doenças [21]

A saga parte II